8 causas da dor de ouvido e dor na mandíbula

Causa-da-dor-de-ouvido

Ninguém gosta de sentir dor. Saber as causas da dor de ouvido é vital para você evitar males maiores. Isso porque, além desse desconforto, sintomas como vertigem, febre, dores de cabeça e inchaço local podem indicar mais problemas de saúde.

O importante é você saber que a raiz do problema pode não estar no próprio ouvido. De acordo com especialistas, estas dores podem ser causadas por uma disfunção na articulação responsável pelo movimento da mandíbula.

Antes de abordarmos as causas da dor de ouvido, recomendamos que você consulte um dentista regularmente. Afinal, ele é capaz de avaliar problemas como alterações na mordida, nas articulações temporomandibulares e bruxismo.

Dor no ouvido e disfunção da ATM

Para investigar e tratar a otalgia, a popular dor de ouvido, deve-se procurar um médico otorrinolaringologista. Muitas vezes as dores de ouvido não estão sendo causadas por uma alteração própria do sistema auditivo.  É o otorrinolaringologista quem avalia as estruturas do ouvido, não sendo encontrado alterações destas estruturas é encaminhado para avaliação com outro profissional de acordo com os sinais e sintomas encontrados.

Assim, como tratar?

O primeiro passo é esse profissional analisar possíveis causas, como infecções locais. Com isso, é possível identificar disfunções e até sintomas da ATM, mediante exames clínicos. A partir daí, alguns sinais podem indicar algo que está fora do funcionamento da articulação têmporo-mandibular.

Com os músculos da mastigação alterados, pode gerar a condição da dor reflexa. Isso quer dizer que a dor pode se distanciar e ficar parecida como uma dor de ouvido comum. Nesse caso, é preciso investigar visando a melhora do quadro de saúde, pois todo tratamento local terá efeito apenas na consequência, ao invés da sua causa.

Lembre-se que demais sensações podem vir com o quadro, como coceiras e sensação se ouvido tapado. Dessa forma, para lidar com as causas da dor de ouvido, a melhor e mais segura saída é pedir ao médico otorrino que indique um dentista especialista em patologia da ATM.

A patologia da ATM

Este é um campo de estudo e análises das doenças das articulações têmporo-mandibulares. Nesta área, os profissionais investigam e estudam doenças que afetam a ATM, ajudando a identificar e a diagnosticar sua presença, realizar tratamentos e lidar com os sintomas.

Entre as possíveis alterações da ATM, as origens podem ser diferentes e apresentar uma série de sintomas, como:

  • Tonturas;
  • Dores de cabeça;
  • Dores nos ombros;
  • Estalos e dificuldade em fechar e abrir a boca;
  • Dores na face;
  • Dores de ouvido.

Causas da dor de ouvido e seus tratamentos

São diversas as causas da dor de ouvido, tais como a sinusite, os problemas dentários e o bruxismo. Além do incômodo, elas ainda podem provocar sintomas que ajudam na identificação, visando tratamentos adequados e diagnósticos precisos.

Confira nossa lista com as causas mais comuns.

1. Os problemas dentários e as causas da dor de ouvido

Um fator que costuma gerar dores no maxilar é a presença de problemas dentários, ou seja, abcessos, cáries e doença nas gengivas, causando dores locais intensas que passam a ser irradiadas para o maxilar.

Nestes casos, o tratamento vai variar conforme o problema. Com isso, para você se tratar, é preciso ir à origem da dor, consultando um dentista para melhor análise.

No geral, entre as causas da dor de ouvido, esse tratamento pode variar desde procedimentos a receitas de antibióticos e analgésicos.

Os abscessos dentários

Um abscesso nos dentes surge a partir de infecções no nervo ou na polpa do dente. Isso quer dizer que elas ocorrem caso uma cárie fique muito tempo sem tratamento. Como resultado, bactérias começam a aparecer na infecção do canal, atingindo tecidos ósseos e causando dores locais e para a mandíbula.

2. A disfunção têmporo-mandibular (ATM)

Este é o nome da síndrome causada pelos distúrbios que acometem a articulação mandibular, local da união entre a mandíbula ao crânio, que costuma gerar incômodos e atingir regiões do rosto causando até dores de cabeça, sensação de vertigem, zumbidos , estalos ao movimentar a boca e até dores nos ombros. Saiba aqui o que é DTM.

3. Sinusite

Entre as causas da dor de ouvido, a sinusite consiste numa inflamação nasal que resulta em sintomas como corrimento, mal-estar facial e dores de cabeça.

Assim, seu tratamento precisa ter a orientação de um médico especialista, podendo ser necessário até mesmo o uso de analgésicos, antibióticos e sprays nasais.

4. Cefaleia em salvas (CES)

Está é uma doença rara, marcante pela forte dor de cabeça. Apesar de ocorrer num lado do rosto, ela ainda causa lacrimejamento dos olhos, vermelhidão e dores no maxilar e ouvido.

5. Bruxismo

Assim como a disfunção têmporo-mandibular, o ato de ranger os dentes durante o sono também pode ser uma das causas da dor de ouvido. Entretanto, o bruxismo ainda pode ocorrer mesmo durante o dia, causando desgaste dos dentes e dores ao abrir a boca e ao mastigar.

6. Neuralgia do trigêmeo

Esta é uma dor facial que surge a partir da disfunção do nervo responsável pela sensibilidade entre o cérebro e o rosto e ainda controla os músculos da mastigação.

7. Osteomielite

Está é uma infecção responsável pelas causas da dor de ouvido em alguns casos. Em geral, é causada por fungos, vírus ou bactérias. Os sintomas costumam ser inchaço, dor óssea intensa, febre, vermelhidão e até calafrios regulares.

Para um tratamento adequado, é preciso usar antibióticos, embora cirurgias possam ser indicadas para facilitar a recuperação e remover tecidos danificados.

8. Dor neuropática

Esse tipo de dor é resultado de lesões no sistema nervoso, diabetes e herpes. Os sintomas mais clássicos são o excesso de suor e as dores seguidas de edemas.

Além disso, o paciente ainda pode investir em terapia ocupacional, estímulos elétricos e fisioterapia. Assim como a dor neuropática, em alguns casos, pode ser preciso a intervenção cirúrgica.

Considerações finais

Esperamos que esse artigo sobre as principais causas da dor de ouvido tenha esclarecido suas dúvidas a respeito do assunto. Para agendar uma consulta com um especialista em ATM, clique aqui. Cuide da sua saúde!

Posted on 26 de agosto de 2019 in Sem categoria

Share the Story

About the Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top
× Tire sua dúvida