Como a artrite danifica a ATM.

O que causa artrite

As articulações são conexões naturais entre dois ou mais ossos. Elas são revestidas por uma cartilagem que reveste também as extremidades dos ossos, sendo que a ATM (articulação temporomandibular) apresenta uma cartilagem adicional que tem por objetivo realizar o amortecimento entre os ossos.

Bioquimicamente falando, a cartilagem é composta por fibras de colágeno, glicoproteínas e proteoglicanos.

O que é artrite?

A artrite é a inflamação de uma ou mais articulações. Conhecida como “dor nas juntas”.

Dor nas juntas ou dor nas articulações, a artrite.  Articulação inflamada.

Infecção da ATM

Sendo assim, a ATM pode ser infeccionada como resultado da extensão direta de uma infecção já existente no organismo, tais como a artrite infecciosa aguda, devido à distribuição de microrganismos através do sangue.

A integridade estrutural da cartilagem da ATM ocorre através de um ciclo constante de destruição e reparo. Em outras palavras, o corpo precisa repor cartilagem na mesma velocidade em que a destrói.

Uma vez que a área da ATM está inflamada, são percebidos os seguintes sintomas:

  • Os movimentos mandibulares passam a ser limitados e dolorosos;
  • Dores de cabeça;
  • Dor nos ombros;
  • Dificuldade em abrir e fechar a boca;
  • Dor no ouvido.

Como diagnosticar a artrite da ATM?

Em estágios precoces, os exames radiográficos apresentam resultados negativos, entretanto depois de algum tempo podem apresentar destruição óssea.

Sendo assim, para diagnosticar a inflamação da ATM precocemente é preciso realizar uma ressonância nuclear magnética a fim de se avaliar o tamanho da lesão.

Exames de sangue para avaliar marcadores inflamatórios, e anticorpos também são necessários no diagnóstico diferencial, bem como o exame clínico.

Veja post no site do portal : patologia da ATM sobre artrite reativa da ATM induzida por bactéria.

O equilíbrio é o segredo

Quando uma articulação começa a se desgastar, pode-se dizer que ou a destruição aumentou ou o reparo diminuiu.

Já se perguntou o que exatamente causa a inflamação?

Como a inflamação resulta em danos a cartilagem?

Para estas perguntas, não há uma única resposta, visto que existem várias causas de inflamações das articulações. Sendo assim, veja a seguir quais são as principais causas destas inflamações.

Causas de inflamações na articulações

  • Citocinas: são proteínas que conduzem mensagens entre as células, cuja função é regular a imunidade e a inflamação. As duas principais citocinas são: o fator de necrose tumoral (TNF-alfa) e a interleucina e beta (IL-1Beta).

Em articulações com osteoartrite estas proteínas se encontram em grande quantidade.

O que causa dor nas juntas.
  • Proteases:  são enzimas que provocam a ruptura das proteínas, e que podem gerar inflamação nas articulações.

As proteases estão sob o controle das citocinas. Algumas tem propriedades anti-inflamatórias e outras tem propriedades pró-inflamatórias (causam inflamação).

Na artrite as proteases pró-inflamatórias estão em prevalência.

Mecanismo de inflamação das artrites.

Os fagócitos são atraídos até a articulação na tentativa de sanar essa reação e evitar danos a cartilagem e ao revestimento da articulação temporomandibular. Mas esta resposta inflamatória nem sempre é favorável. Os neutrófilos exercendo sua função de proteção, podem causar mais inflamação e destruição na articulação.

Estes processos causam uma produção excessiva de radicais livres, que por sua vez, sobrecarregam o sistema de defesa antioxidante e provocam o estresse oxidativo. Quando o sistema de defesa antioxidante se sobrecarrega, o estresse oxidativo da articulação provoca danos a cartilagem da articulação temporomandibular.

Quando o organismo não consegue repor a destruição causada a articulação começa a se deteriorar.

Na ATM consegue-se realizar manobras que devolvem a harmonia estrutural diminuindo lesões e proporcionando condições de reparo das estruturas.

Um outro processo que gera radicais livres e consequentemente a destruição da articulação temporomandibular é um processo que denominado isquemia-perfusão.

Isquemia-perfusão da articulação é um processo simples de lubrificação e hidratação da articulação temporomandibular (e outras articulações que suportam peso).

A ATM está sujeita a tremendas pressões e a isquemia-perfusão está relacionada com o balanço hídrico (hidratação) da articulação. A hidratação é o segredo da resistência desta articulação as pressões.

A ATM está dividida em duas cavidades e quando o disco articular se desloca (travamento/limitação em abrir a boca e estalos no maxilar) compromete a lubrificação da articulação temporomandibular gerando acúmulo de resíduos e um processo degenerativo.

Neste caso, pode-se dizer que foi a artrite que desencadeou a infecção na ATM, sendo assim, cabe ao cirurgião dentista, sempre realizar uma avaliação sistêmica de seu paciente, uma vez que lesões na articulação temporomandibular e bucais, podem ser resultados de outras doenças preexistentes. Então, a fim de se devolver a saúde plena do paciente, deve-se devolver o equilíbrio e a condição de reparo do próprio organismo.

Posted on 12 de novembro de 2019 in Dentista biológico, Diagnóstico, DTM, Odonto biológica, Patologia da ATM, Sem categoria

Share the Story

About the Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top
× Tire sua dúvida